Exposição virtual “120 anos da Usina de Parnahyba” traz imagens históricas sobre a primeira hidrelétrica a abastecer a capital paulista

No dia 23 de setembro, a primeira hidrelétrica a abastecer a cidade de São Paulo, instalada no Rio Tietê, a antiga Usina de Parnaíba e atual Barragem Edgard de Souza, completa 120 anos. Em celebração à data, a Fundação Energia e Saneamento, que detém ampla documentação histórica sobre a Usina e seu processo de construção, organizou a exposição online "120 anos da Usina de Parnahyba", que apresenta imagens e curiosidades desta história. A mostra está disponível de maneira gratuita na plataforma do Google Arts & Culture, clique aqui para conferir

Em uma analogia à obra "Os Sertões", clássico da literatura brasileira de autoria de Euclides da Cunha, a curadoria da exposição foi separada em três eixos: paisagem, trabalhadores e o resultado dessa interação: a usina em si, com destaque para as curiosidades durante as obras, como as técnicas empregadas.

"A Fundação Energia e Saneamento detém mais de 200 imagens, além de mapas, desenhos técnicos e notícias antigas sobre a Usina de Parnahyba, e para a exposição virtual, selecionou-se parte deste material (cerca de 35 itens) para o conhecimento do público. Existem também registros do fotógrafo suíço Guilherme Gaensly, um dos principais fotógrafos da época, a registrar as transformações de São Paulo na virada do século 19 para o 20", explica Danieli Giovanini, historiadora responsável pela curadoria da exposição online.

As imagens da exposição, grandiosas e com ares de modernidade, deixam escapar, em seus detalhes, as diferenças sociais da época e a inexistência das leis, em 1901, que, hoje, regem a segurança do trabalho, entre outras questões, como a presença de menores de idade nas obras e a diferença de vestimenta entre engenheiros e operários. 

A Usina adquiriu nova função com o passar das décadas, como barragem, visando o controle de cheias do Rio Tietê, e no limiar de seus 120 anos, a EMAE (operadora da estrutura) está com um projeto em andamento para a implantação de uma pequena central hidrelétrica no local, reativando as suas funções originais. 

A história

Nos anos finais do século XIX e nas primeiras décadas do XX, São Paulo passou por diversas transformações. Deixando o passado rural, em pouco tempo a cidade se tornou um entroncamento de fluxos e caminhos, com uma grande circulação de pessoas e bens. Com isso, os modos de viver tiveram grande desenvolvimento, mais alinhados à nascente vida urbana. 

Em 23 de setembro de 1901, foi inaugurada a Hidrelétrica de Parnahyba, primeira usina de grande porte construída no Brasil pela companhia canadense The San Paulo Tramway Light and Power Company. Inicialmente, a energia gerada na Usina era destinada para a alimentação do sistema elétrico de bondes e a iluminação pública da capital, além de compor um dos principais fatores para o salto industrial dado pela cidade de São Paulo ao longo dos primeiros vinte anos do século XX.

Fundação Energia e Saneamento Alameda Cleveland, 601 - Campos Elíseos - 01218-000 - São Paulo - Tel.: (11) 3224-1499 Desenvolvido por: Memoria Web