Boletim - Novembro 2017

Fundação Energia e Saneamento

Memória



Praça Oito de Setembro, na Penha, recebeu instalação de poste histórico usado para iluminação a gás da Capital


Poste a gás centenário é instalado no bairro da Penha, na Capital


A quem passa desatento pela Praça Oito de Setembro, no bairro Penha de França, em São Paulo, pode parecer que o novo elemento a compor a paisagem do local, um poste instalado em frente à Escola Estadual Santos Dumont, trata-se de uma réplica dos modelos que, no passado, iluminaram a Capital. O suporte de luz, no entanto, é uma peça original: centenário, o poste de luminária a gás pertenceu à antiga companhia San Paulo Gas Company, responsável pelos serviços de iluminação pública entre 1872 e 1929.

Pertencente ao acervo museológico da Fundação Energia e Saneamento, o exemplar foi cedido em comodato à Prefeitura Regional Penha como forma de celebrar o aniversário de 350 anos do bairro, um dos mais antigos de São Paulo. Hoje iluminado por energia elétrica, o poste confeccionado em ferro, latão e vidro era abastecido pelo gás produzido no antigo gasômetro do Brás, conhecido como Casa das Retortas. À época, trabalhadores apelidados de "vagalumes" eram responsáveis por acender e apagar as luminárias todos os dias. Em seu auge, a iluminação a gás da Capital chegou a reunir mais de 10 mil lampiões.

Formada em 1667, a Penha foi ponto de diversas passagens importantes da história da Capital paulista. Quando foi implantado o serviço de bondes elétricos na cidade - o primeiro do tipo no Brasil -, a linha "Penha" foi uma das pioneiras, inaugurada e celebrada pela população em 27 de janeiro de 1901, e que seguia da antiga Estrada da Penha até o Largo do Tesouro, e vice versa. Durante a Revolução de 1924, o bairro foi nomeado capital da Província (Estado) pelo então governador Carlos de Campos, que se abrigou na região durante o conflito, após bombardeios no Palácio dos Campos Elíseos.





Homens trabalhando em obra na ponte nº4 da linha de bonde elétrico,
no bairro Penha de França. 1900




Multidão ao redor da linha de bonde elétrico "Penha" em sua inauguração,
no Largo do Tesouro. 1901



Primeiro carro da linha de bonde elétrico "Penha" em sua inauguração,
no Largo do Tesouro. 1901




Festa no Largo Bernardino de Campos, no ano de inauguração da linha de
bonde elétrico "Penha". 1901

Rede Museu da Energia


Museu da Energia de Itu oferece programação especial de aniversário

Em comemoração aos 18 anos do Museu da Energia de Itu, de 12 a 16 de dezembro o espaço oferecerá entrada gratuita ao público, que poderá conferir as exposições "Os ituanos e chegada da luz", "Fontes e Chafarizes" e "História, Energia e Cotidiano".

Integrando a programação especial de aniversário, no dia 17 acontece a 14ª edição da feira cultural "Arte no Beco", das 11 às 16 horas. Durante o evento, o Museu estará aberto oferecendo ação educativa na estação "Gás Natural, Energia Total" e intervenção teatral com a atriz Liliane Navarro sobre as memórias do sobrado.




Museu da Energia de Itu celebra seus 18 anos com atividades especiais.
Foto de Caio Mattos

Espaço das Águas


Exposição sobre escassez
de água chega a Franca

Até 1º de dezembro, o Museu Interativo de Ciência de Franca (Avenida Champagnat, 1808) recebe a exposição "Água: Energia do Planeta Terra", da Fundação Energia e Saneamento. Dividida em doze painéis, a mostra, realizada em parceria com o site Brazilcartoon, apresenta a produção de 26 cartunistas de diversos países que usam sua arte para provocar inquietações sobre a urgência de utilizar a água de forma consciente.

A ação acontece em parceria com Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) - Regional de Franca, Associação Paulo Duarte e Espaço de Difusão Científica, com apoio da Prefeitura de Franca e da Secretaria Municipal de Educação.




Exposição apresenta cartuns para discutir, com bom humor, escassez da água. Crédito de foto: Prefeitura de Franca

Notícias


Museu da Energia promove
atividade de trilhas

De 1º a 22 de dezembro, o Museu da Energia de Salesópolis aproveita as férias de verão para lançar uma atividade diferenciada ao ar livre: a Trilha do Zidedê. Realizada por meio de agendamento, a atividade propõe uma caminhada pela trilha que circunda o reservatório de água da centenária Usina de Salesópolis, local onde foram observadas espécimes da ave Zidedê. Na ocasião, os educadores do Museu abordarão a diversidade da fauna e flora local e a importância da preservação dos ecossistemas.

O Museu da Energia de Salesópolis encontra-se instalado em um parque de 156 hectares com remanescentes de Mata Atlântica e a ação compreende um percurso de trilha de 500 metros, realizado em grupos de 10 pessoas. É necessário se inscrever pelo contato de e-mail salesopolis@museudaenergia.org.br.





Trilha que circunda o reservatório de água Usina de Salesópolis é local onde
foram observadas espécimes da ave Zidedê. Foto de Elvis Japão


Corpo Editorial: 
Isabel Felix e Mariana de Andrade
Apoio à pesquisa: Bianca Grazini e Danieli Giovanini
Webdesign: Fernando de Sousa Lima
Copyright © 2017 Fundação Energia e Saneamento. Todos os direitos reservados.
As imagens sem identificação pertencem ao acervo da Fundação Energia e Saneamento.


Política Anti-SPAM: Em respeito a você, caso não queira mais receber nossas Mensagens
Eletrônicas clique aqui  e envie um e-mail com a palavra REMOVER.

Contato: imprensa@energiaesaneamento.org.br



Rede Museu da Energia
Espaço das Águas


@energiaesaeamento










This email was sent to *|EMAIL|*
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
*|LIST:ADDRESSLINE|*

*|REWARDS|*
Fundação Energia e Saneamento Alameda Cleveland, 601 - Campos Elíseos - 01218-000 - São Paulo - Tel.: (11) 3224-1499 Desenvolvido por: Memoria Web